ROBÔS: ALIADOS ESTRATÉGICOS DA GESTÃO EMPRESARIAL

Os robôs de automação de mensagens online podem até ser odiados por muitas pessoas, mas uma coisa é certa: vieram para ficar. A vantagem deles é óbvia: executam as tarefas de rotina, a qualquer hora do dia ou da noite, aos sábados, domingos e feriados, sem reclamar ou pedir hora extra. Enquanto isso, o humano que comanda o bot está se concentrando em missões mais importantes ou simplesmente descansando. E por trás disso, o conceito de automação aliado à inteligência artificial. Nada de novo, certo? A grande novidade está no fato de que agora essas tecnologias começam a chegar de forma simples, barata e em massa às mãos do usuário comum e pequenas empresas que ainda não têm caixa para contratar soluções profissionais.

A mentoring Karen Wachter, mestre em Direção de Recursos Humanos, especialista em Planejamento e Gestão estratégica, além de empresária e professora de pós graduação em Marketing Digital revela que é uma “fã” dos bots e recomenda esse recurso aos empreendedores iniciantes, justamente pela economia de tempo. “Eles auxiliam muito para no atendimento ao público nas redes sociais de forma ágil e prática, num mundo em que o tempo é escasso e cada minuto conta muito para encantar e conquistar um novo cliente.” Porém, ela faz diversas ressalvas quanto ao conteúdo das mensagens automatizadas e principalmente: “entender que os robôs são auxiliares e que, em determinados momentos, a empresa, independente do porte, precisará investir no que é insubstituível, as relações humanas”, enfatiza.

Karen explica que existem muitos bots extremamente simpáticos. Uma empresa pode, por exemplo, automatizar mensagens de agradecimento e boas vindas para um novo seguidor nas redes sociais. O aplicativo de mensagens via celular WhatsApp já oferece gratuitamente a versão Business, que permite configurar mensagens de de saudação para os primeiros contatos ou ausência, informando horários de atendimento online. “É uma forma simples de dar o primeiro retorno a um novo contato, sem deixar a pessoa no vácuo até que o humano possa dar mais atenção”, esclarece. Esses aliados da gestão do tempo também são ótimos para configurar respostas a questões idênticas de diversos clientes. O próprio serviço de email do Google já tem recurso que sugere respostas rápidas com base no que o bot leu do conteúdo, dando um toque mais pessoal às respostas.

“O grande diferencial é alinhar essas mensagens automatizadas a um projeto maior de comunicação e marketing de uma empresa”, salienta. Um erro muito comum é manter a mensagem padrão oferecida pelo sistema de automação. A dica é personalizar: “se o empresário segue uma linha mais descontraída, é impensável automatizar um robô que responda de maneira super formal ou sisuda.” Ela também desaconselha uso de bots para distribuir likes e comentários em postagens nas redes ou fazer a prospecção. “Num primeiro momento, recursos do tipo podem até alavancar números de seguidores e criar essa aparência de onipresença online. Porém, cada vez mais as pessoas estão se dando conta de que aquilo não é de verdade, que é apenas mais um robô e, no médio prazo, trará prejuízos à imagem da marca.”

Nos grandes players de e-commerce, por exemplo, é comum conversar com um bot, que irá enviar mensagens automáticas respondendo a questões dos clientes. “Mas chega uma hora em que você tem uma pergunta que o robô não saberá responder. A inteligência artificial é um realidade, mas ela ainda não é imune a erros e está longe de ser perfeita.” São nesses momentos em que uma marca precisa ponderar muito bem suas estratégias, a atenção que dá aos seus clientes e a relação que está estabelecendo com o seu público-alvo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s